sernic - SERNIC acusado de facilitar a venda de AX em Quelimane

SERNIC acusado de facilitar a venda de AX em Quelimane

Duas jovens de 21 a 25 anos de idade, estão a contas com a Polícia da República de Moçambique na Zambézia, indiciadas de consumir e vender droga do tipo AX nas artérias da cidade de Quelimane.

Ana De Andrade, de 21 anos de idade e suposta traficante de AX uma das indiciadas afirma que desconhece a proveniência da droga ilícita mas assume ser consumidora activa de cannabis sativa, vulgo soruma.

“Estão a mentir para mim! Aquela droga eu não conheço, eu fumo cigarro e soruma a dois anos”-advogou a indiciada.

Iranete Portugal, outra indiciada, nega o seu envolvimento no caso e acusa Agentes do Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC), de encobertar a principal vendedora do produto.

A indiciada, afirma que varias são as vezes que ela serve de intermediária entre os Agentes da Serviço Nacional de Investigação Criminal e a principal vendedora da droga que por sinal é sua amiga.

“Quando levo a eles para a casa da Nilza, o marido da Nilza disse que não podiam entrar e vasculhar a casa sem mandato. Quando ele sai para conversar com alguns agentes lá fora, ficou um Agentes dentro comigo. Esse Agente que ficou lá dentro viu aquela pessoa a esconder a droga, quando os outros entraram ele não falou nada”-contou.

Entretanto, o Chefe do Departamento de Relações Publicas do Comando Provincial da PRM na Zambézia, Miguel Caetano, disse que as jovens ora detidas são reincidentes e fazem parte de uma rede de venda e consumo de drogas pesadas na urbe.

“Recebemos a denúncia que dava conta da existência de algumas pessoas que vendiam drogas. Ouve um dispositivo táctico que se foi colocado no terreno, uma equipa composta por Agentes da PRM e SERNIC, que desencadearam esta operação que culminou com a detenção da primeira cidadã que após investigação foi possível identificar a segunda”-frisou.

Refira-se que, as jovens teriam sido encontradas na posse de 17 embrulhos de AX, duas seringas junto das respectivas agulhas e algumas lâminas, instrumentos alegadamente usados para o consumo das drogas.

Judite - SERNIC acusado de facilitar a venda de AX em Quelimane
Notícia Anterior

Judite Mussácula promete mais abertura aos órgãos de comunicação social

financa - SERNIC acusado de facilitar a venda de AX em Quelimane
Próxima Notícia

“É mais uma solicitação normal por parte da Direcção Nacional de Contabilidade Pública no Ministério da Economia e Finanças” - Caunda Mutecomala.

Recente deDESTAQUES

Translate »
WhatsApp chat