vale Mocambique  - Vale oferece material escolar a 2 mil crianças em Tete

Vale oferece material escolar a 2 mil crianças em Tete

em DESTAQUES/EMPRESAS MARCAS E PESSOAS por

A Vale entregou à Escola Primária do 1º e 2º Grau de Maguiguana, na vila de Cateme, Província de Tete, diverso material didático que vai beneficiar as 2 mil crianças que frequentam aquele estabelecimento de ensino. A acção, que decorreu na quarta-feira, dia 13 de Maio, permite que os alunos que estão em casa por causa da Covid-19 continuem a ter acesso a material escolar, prosseguindo os estudos mesmo com as escolas fechadas.

O material oferecido pela Vale beneficia os estudantes da 1ª à 7ª classe da comunidade de Cateme e inclui cerca de 4 mil fichas escolares e estojos com afiador, lápis e borracha.

Segundo Afonso Manejo, diretor da Escola Primária do 1º e 2º Grau de Maguiguana, “a falta deste tipo de material estava a comprometer o processo de ensino na vila de Cateme”. “Ao ter conhecimento das dificuldades da Escola em disponibilizar fichas de exercícios para que os alunos continuassem a ter aulas a partir de casa, a Vale respondeu prontamente com esta ajuda preciosa”, adiantou o mesmo responsável.

O líder do segundo escalão do bairro Chipanga, Afonso Colher, destacou, por seu lado, o alívio financeiro que esta oferta traz à comunidade. “Este material escolar vem facilitar o estudo dos alunos e diminuir os encargos para os encarregados de educação, estamos, por isso, muito gratos pela iniciativa”, sublinhou ainda aquele dirigente comunitário.

Simão Muhoro, gerente de Planeamento, Projectos e Gestão Social da Vale, adiantou que “a acção está ancorada na política de sustentabilidade da empresa enquanto catalisadora do desenvolvimento local, acreditando que investir no apoio à educação é investir na construção de um futuro melhor para a sociedade moçambicana”. Apesar das restrições impostas pela pandemia da Covid-19, “a Vale prossegue com acções de suporte ao desenvolvimento humano, permitindo, com a oferta deste material escolar, que as crianças continuem a aprender e a desenvolver competências para transformar o amanhã de Moçambique”, afirmou ainda Simão Muhoro.

Leia:  CMCQ não tem dinheiro para a construção de novas pontes

A Vale reafirma o seu compromisso de tudo fazer para proporcionar o bem-estar das comunidades onde opera, contribuindo para o desenvolvimento local das populações.