Combustiveis em Mocambique - Governo moçambicano baixa preço dos combustíveis

Governo moçambicano baixa preço dos combustíveis

em DESTAQUES/ECONOMIA E NEGÓCIOS por

O Ministério dos Recursos Minerais e Energia moçambicano anunciou hoje em Maputo uma revisão em baixa dos preços dos combustíveis, como forma de “ajudar o mercado” a fazer face ao impacto da covid-19 no país.

“É uma medida que visa ajudar o mercado, tendo em conta o contexto atual”, disse Moisés Paulino, o diretor nacional de combustíveis e hidrocarbonetos no Ministérios dos Recursos Minerais e Energia, em conferência de imprensa.

A gasolina passou de 66,49 meticais (0,90 euros) para 64,22 meticais (0,86 euros) e o gasóleo de 63,52 meticais (0,85 euros) para 60,16 meticais (0,81 euros).

O gás de cozinha mantém-se nos atuais 61,23 meticais (0,82 euros) e igualmente o petróleo nos 48,44 meticais (0,65 euros).

“Temos excesso de oferta, não há hipótese de termos crise de combustíveis nos próximos três ou quatro meses”, acrescentou.

Em Moçambique, há um total acumulado de 107 casos de covid-19 registados pelas autoridades desde que a doença foi declarada pandemia, a 11 de março, sem registo de mortes e com 35 recuperados.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 292 mil mortos e infetou quase 4,2 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,4 mil milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. LUSA

Leia:  Flagrado um individuo na posse de material bélico em Morrumbala