Nyusi mozambique 04 27 2020 - Organizações escrevem ao Presidente Nyusi sobre a violação de direitos humanos em Cabo Delgado

Organizações escrevem ao Presidente Nyusi sobre a violação de direitos humanos em Cabo Delgado

em DESTAQUES/REPORTAGEM por

O Comitê para a Proteção dos Jornalistas se juntou hoje a 16 outros grupos da sociedade civil, enviando uma carta ao presidente moçambicano Filipe Jacinto Nyusi, expressando preocupação com a deterioração da situação dos direitos humanos na província de Cabo Delgado, no norte, incluindo o desaparecimento forçado do jornalista de rádio Ibraimo Abú Mbaruco.

 

Mbaruco, jornalista da emissora da Rádio Comunitária de Palma em Cabo Delgado, fez o ultimo contacto no dia 7 de abril, quando enviou uma mensagem de texto a um colega dizendo que estava “cercado por soldados”, como o CPJ documentou na época.

 

A carta pede às autoridades moçambicanas que “investiguem rápida, minuciosamente e efetivamente o desaparecimento forçado” de Mbaruco e sejam transparentes nesses esforços. Também insta as autoridades a “abster-se de assediar e intimidar pessoas e organizações da sociedade civil, incluindo trabalhadores de organizações não-governamentais e jornalistas”.

Leia:  Autárquicas 2018: Orlando Janeiro cabeça de lista do MDM em Gurué