17206883126 65ea5c5ec3 o scaled - INAE manda encerrar bares e locais de diversão em Quelimane

INAE manda encerrar bares e locais de diversão em Quelimane

Cerca de setenta e oito bares e locais de diversão foram encerrados recentemente em Quelimane pela Inspecção Nacional das Actividades Económica na Zambézia. A medida, visa obrigar os proprietários a cumprirem na íntegra o decreto presidencial que determina o estado de emergência no País.

A Informação, foi avançada pela Delegada da Inspecção Nacional das Actividades Económicas na Zambézia, Vera Godinho, em conferência de imprensa convocada para dar a conhecer o estágio do cumprimento da normas impostas pelo Governo de Moçambique, no âmbito dos esforços visando evitar a propagação da pandemia do novo coronavírus nesta parcela do país. “O INAE como entidade fiscalizadora está no terreno, em cumprimento daquilo que são as orientações do decreto presidencial para verificar as questões de higienização e distanciamento nos estabelecimento comerciais bem como monitorar a questão de encerramento de alguns estabelecimentos, neste momento refiro-me a bares e alguns estabelecimentos de diversão”.

A Delegada da Inspecção Nacional das Actividades Económicas na Província da Zambézia, explicou que os bares e outros lugares de diversão localizados nos Bairros da autarquia de Quelimane, são sítios em que as pessoas ficam aglomeradas, por isso a necessidade de observar criteriosamente a medida que obriga o seu encerramento ou, em casos extremos, o condicionamento do seu funcionamento, tal como o Presidente da Republica recomenda.

Vera Godinho, disse que a instituição que dirige também está a monitorar a questão de preços de produtos alimentares ao nível da província da Zambézia. “Para alem de garantir o encerramento e limitação do funcionamento dos lugares de diversão, estamos a controlar o stock de produtos de primeira necessidade ao nível dos estabelecimentos comerciais da cidade de Quelimane. Para tal temos equipes mistas constituídas por técnicos da Direcção Provincial da Industria e Comércio, Direcção Provincial da Cultura e Turismo, Serviço Distrital das Actividades Económicas, Conselho Autárquico de Quelimane e Inspecção Nacional das Actividades Económicas.

A Delegada da Inspecção Nacional das Actividades Económicas na Zambézia, apela para o cumprimento das orientações do estado de emergência “apelamos o cumprimento das orientações do estado de emergência decretado por Sua Excelência o Presidente da República, para evitarmos a propagação deste vírus na nossa provincia, pôr-se a rua quando de facto existe necessidade para o fazer, porque o estado de emergência assim o preconiza. Aos comerciantes apelamos que não se aproveitem do momento para especulação de preços e açambarcamento de produtos. Adianto dizer que existem medidas a serem aplicadas contra aqueles que assim procederem, medidas que podem ir desde a detenção, multa e retirada da licença de funcionamento da instituição” – concluiu.

 

 

16546727748 56a00e3d74 o scaled - INAE manda encerrar bares e locais de diversão em Quelimane
Notícia Anterior

Zambézia: Passageiros exigem reforço de medidas preventivas nos terminais inter-distritais contra o Covid-19

Estrada Quelimane Zalala - INAE manda encerrar bares e locais de diversão em Quelimane
Próxima Notícia

Morosidade nas obras de asfaltagem preocupa utentes

Recente deECONOMIA E NEGÓCIOS

Translate »
WhatsApp chat