LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Zambézia: Ossufo Momade exigido a dividir o país

em DESTAQUES/POLITICA por

Subscrever noticias do Jornal Txopela

Membros e simpatizantes, do partido RENAMO na Zambézia, consideram de fraudulentas as eleições gerais e provinciais de 15 de Outubro passado, que dão vitoria o partido FRELIMO no país.
Os militantes desta formação política, exigem a tomada de medidas, para a reconsideração dos resultados do último pleito eleitoral que segundo afirmam dão vitória ao partido RENAMO.
Este Sábado (09) em Quelimane, num comício orientado pelo Presidente da Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), Ossufo Momade, os membros e simpatizantes deste partido, exigiram a divisão do país a partir do Rio Save para a zona centro e norte do país, onde segundo afirmaram, a RENAMO sagrou-se vencedora.
“Eu carrego comigo sacos de reclamações do povo zambeziano. A RENAMO nunca perdeu as eleições em Moçambique. A FRELIMO usou a polícia e boletins falsos para ganhar as eleições. Pedimos para não admitir negociações fraudulentas. O povo zambeziano está a pedir para dividir o país, cortando a partir do Rio Save”-realçou um dos membros da RENAMO.
O Presidente da Renamo, Ossufo Momade que trabalha desde este Sábado (09) em Quelimane, prometeu cumprir a vontade do povo caso o assunto seja aceite e aprovado pela comissão nacional do seu partido.

Leia:  Lam: Água e Chips
Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat