Não tenho nada a ver com a Junta Militar = Ivone Soares

em MULTIMÉDIA por
 
A chefe da Bancada Parlamentar da Renamo, Ivone Soares em conferência de imprensa convocada nesta sexta-feira (23) em Maputo, desmentiu categoricamente o seu envolvimento e patrocínio de um grupo militar que segundo a PRM está a protagonizar ataques a alvos civis no centro de Moçambique.
Um grupo de homens capturados e apresentados pelo Vice Comandante Geral da PRM, Timóteo Bernardo, e que se supõe que sejam da Junta Militar comandada pelo General Mariano Nhongo, um contestario do presidente da Renamo, Ossufo Momade.
Os homens são confessos e dizem terem sido enviados por Mariano Nhongo para criar bases militares na Zambezia para ataques coordenados de desestabilização. Apontam o dedo acusador a vários membros de alto gabarito da Renamo, inclusive Ivone Soares que tratou de refutar as acusações.
“Sempre que me envolvi em assuntos militares foi única e exclusivamente para procurar a paz para Moçambique”= Ivone Soares.
 
Veja o Vídeo
Leia:  “Se Zambézia não resolve, Gaza vai resolver” = Filipe Nyusi