Segurança ferroviária melhora no corredor de Nacala

em EMPRESAS MARCAS E PESSOAS por

Diversas acções levadas a cabo pela Empresa Corredor de Desenvolvimento do Norte (CDN) estão a contribuir, significativamente, para a melhoria da segurança ferroviária e a redução de acidentes ferroviários no Corredor de Nacala.

Dentre elas, destacam-se as campanhas ferroviárias que têm sido desencadeadas em diversos pontos do Corredor, incluindo nas escolas de condução como forma de munir os candidatos a automobilistas de conhecimentos sobre as regras de trânsito na travessia em passagens de níveis.

Igualmente, foram contratados mais de 151 monitores sociais que trabalham na sensibilização da população sobre a adopção de comportamentos seguros perante a linha férrea para evitar incidentes e acidentes ferroviários.

Como resultado dessas acções, de Janeiro até então, a CDN registou apenas dois acidentes ferroviários do tipo atropelamento ocorridos em Janeiro e Outubro, mas sem vítimas mortais, contra cinco acidentes ocorridos em 2018.

“Apesar da redução do número de acidentes, ainda estamos a investir muito em segurança ferroviária. Vamos continuar a passar mensagens aos utentes de comboio e a comunidade em geral, sobre os principais cuidados a ter com o comboio e ao atravessar a linha férrea, mas, gostaríamos também de apelar a população para que nos ajude a disseminar as mensagens de segurança ferroviária” – referiu Tomás Macovela-Responsável pelas Relações com Comunidades na CDN.

As acções de investimento social, sobretudo em campanhas ferroviárias reflectem os valores da empresa, nomeadamente: o valor a vida e cuidar do meio ambiente e das comunidades.

De Janeiro até Setembro a CDN realizou 160 campanhas ferroviárias das 180 planeadas para o ano de 2019, abrangendo mais de 72 mil pessoas.

 

Leia:  Maior Central Solar de Moçambique, em Mocuba custou 76 milhões de dólares