Na ZAMBÉZIA: Falta de valores morais preocupa os Idosos

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

A perda de valores morais e culturais na sociedade Zambéziana e Moçambicana no geral é um facto quem tem vindo a preocupar os Idosos desta circunscrição geográfica.

Segundo explicou o Idoso de 77 anos de idade Luís Faife, em exclusividade a nossa equipe de reportagem nesta segunda-feira (01), o facto deve-se ao elevado número de incremento de novas congregações religiosas existentes no país.

Luís Faife disse ainda que “atualmente existem muitas igrejas aqui na Zambézia e cada uma vem com seus ideais e ensinamentos, distorcendo os valores morais e culturais que nos já vínhamos passando aos nossos filhos. E muitas destas igrejas são de origem estrangeira”.

O nosso entrevistado lamentou ainda a atitude condenável de alguns jovens que violam e maltratam os idosos acusando-os de práticas de feitiçaria, concluindo que o valor  moral moçambicana encontra-se ao nível zero.

“Os jovens passam o maior tempo da sua vida nas redes sociais e vendo filmes de violência e de teor pornográfico. Afinal de contas porquê um moçambicano tira a vida de outro moçambicano? Será que o motivo justificável pode ser o desejo de ter um telemóvel de 3.900 meticais?”-questionou Júlio Faife apontando também a introdução das novas tecnologias modernas como um dos vilões da preservação dos valores morais e culturais dos moçambicanos.

Leia:  “Trovão Segurança” é uma empresa fantasma garante o Governo