Joaquim Chissano celebra 80 anos de vida

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

O antigo Presidente da República de Moçambique, Joaquim Alberto Chissano, celebra hoje (22) a passagem dos seus oitenta anos de vida.

Nascido em Malehice, Província de Gaza aos 22 de Outubro de 1939, juntou-se à Frente de Libertação Moçambicana em 1963 e após o assassinato de Filipe Samuel Magaia foi designado responsável pela segurança do movimento.

Em 1974, Joaquim Chissano torna-se primeiro-ministro do Governo de Transição com apenas 35 anos de idade e com a proclamação da independência é nomeado ministro dos Negócios Estrangeiros.

Morre o primeiro Presidente Moçambicano, Samora Machel, em 1986 e Joaquim Chissano é nomeado em sua substituição. Nas sequencia das negociações com a Renamo em 1992 para pôr termino ao terrorismo em Moçambique, o estadista assinou os acordos de Paz em Roma.

Joaquim Alberto Chissano foi o segundo estadista moçambicano depois de Samora Moisés Machel, vencedor nas eleições de 1994 onde governou o país por 18 anos, tendo vencido duas eleições multipartidárias.

Em 2005, Joaquim Chissano, cedeu a função de Presidente da República, passando desde então, a dedicar-se em missões de paz, gestão e resolução de conflitos na SADC, União Africana e nas Nações Unidas.

Em Moçambique, o antigo estadista dedica-se as atividades de desenvolvimento social e como reconhecimento da sua excelente governação foi distinguido com o premio Mo Ibrahim.

Celebração do seu aniversario  

Em celebração dos seus 80 anos de idade, o antigo Presidente da República, Joaquim Chissano, visitou a pediatria do Hospital Central de Maputo e brindou com as crianças internadas.

O aniversariante presenteou com enxovais aos primeiros bebés de sexo masculino e feminino nascidos nesta terça-feira (21) no HCM  e de igual modo foi oferecido um brinde na presença de profissionais de Saúde, familiares e convidados.

Leia:  PITA DUARTE: O culpado das derrotas da Frelimo em Quelimane

Ainda em celebração do 80ª aniversario do segundo presidente moçambicano esta marcado para Novembro próximo, a realização de um evento diplomático, que vai contar com a presença de figuras nacionais e internacionais, em Maputo.