LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Sala da Paz inicia formação de observadores para a campanha eleitoral na Zambézia

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

Sala da Paz iniciou nesta quarta-feira (28), em Quelimane, a formação de um total de 20 observadores oriundos de vários distritos província da Zambézia, como observadores para a campanha eleitoral.
Trata-se de cidadãos provenientes dos distritos de Quelimane, Mocuba, Pebane, Milange, Gile, Ile, Gurué, Maganja da Costa, Alto Molocué, Dere, Namacurra, Nicoadala, Lugela, Mopeia, Morrumbala, Namaroi, Inhassunge, Luabo, Molumbo e Molevala, que terão a função de trazer informações sobre o processo eleitoral para a Sala da Paz.
António Chaveita, um dos formadores e Coordenador da Casa do Direito e do Cidadão, considera como um momento marcante para a história de Moçambique, no que diz respeito a uma campanha eleitoral ordeira.
“Estes observadores que a Sala da Paz esta a formar têm uma nobre missão de observar aquilo que será o processo eleitoral em si. É um momento muito importante e marcador para aquilo que é uma história em Moçambique e por se tratar pela primeira vez que vamos eleger Governadores, coisa que não acontecia.”-realçou.
António Chaveita, disse tratar-se de uma fase piloto e na fase final a Sala da Paz, poderá formar observadores dos distritos de Chinde e Mocubela.
Disse ainda que espera-se que a plataforma, contribua para a promoção de eleições gerais pacíficas, credíveis, harmoniosas, livres, justas e transparentes.

Leia:  ZAMBÉZIA: Biblioteca Provincial sem livros
Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat