LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Membros da FRELIMO espancam simpatizante de Manuel de Araújo em Inhassunge

em DESTAQUES/POLITICA por

Após uma visita de trabalho efetuada pelo cabeça de lista à Governador da Zambézia pelo partido RENAMO, Manuel de Araújo, no povoado de Bengagira, distrito de Inhassunge na passada segunda-feira (29), um cidadão foi espancado brutalmente por membros do partido FRELIMO.
De entre as causas, está o envolvimento na caravana que acompanhava o cabeça de lista à Governador da Zambézia pelo do partido RENAMO.
Segundo a vítima, tudo começa após a retirada da comitiva que acompanhava Manuel de Araújo, quando um grupo de quatro indivíduos identificados como membros do partido FRELIMO interpelaram-no e agrediram brutalmente por meio de instrumentos contundentes.
“Quando o Presidente Araújo chegou em Bengagira, eu estava lá presente. Ele entrou no mercado, começou a conversar com as pessoas e eu fiquei parado fora com meu irmão. Quando conversávamos tinham pessoas que estavam escondidas e eu não imaginava que estavam a escutar as conversas, depois do pessoal de Araújo entrar no carro, aquelas pessoas que estavam escondidas saíram, me pegaram, me amararam e começaram a me bater e a me puxar como se fosse cão”-contou.
Borge Martinho, disse tratar-se de três líderes comunitários pertencentes ao partido FRELIMO e um funcionário do governo distrital de Inhassunge que praticaram o acto macabro.
“Foi possível reconhecer as pessoas. Trata-se de Benjamim Árabe, Jucundo Almeida, Wananhae. Esses que mencionei são líderes comunitários mas tem o quarto que não conheço muito bem que é membro do governo distrital”- realçou.
Borge Martinho, lamenta o sucedido e clama por ajuda a quem de direito para mediar o caso.

Leia:  SRI LANKA: QUANDO SE MATA EM NOME DA RELIGIÃO
Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat