Corredor Nacala investe na cadeia de valor de pesca

em EMPRESAS MARCAS E PESSOAS por

No âmbito do Programa de Restauração dos Meios de Subsistência das comunidades abrangidas pelo traçado do projecto de construção do Porto Multiusuário de Nacala-à- Velha, o Corredor Nacala está investir na restruturação de cadeia de valor de pesca neste ponto da província de Nampula, com o objectivo de melhorar as condições de vida dos pescadores que exercem as suas actividades na baía de Nacala. A iniciativa vai beneficiar mais de 500 famílias.

Para além de capacitação de noventa mulheres colectoras de mariscos em matéria de poupança e crédito rotativo, o investimento consiste na revitalização e formação de Conselhos Comunitários de Pesca, que incluie dotar as comunidades de ferramentas de gestão de recursos pesqueiros, bem como a sensibilização dos pescadores para o abandono de práticas nocivas à pesca, como por exemplo o uso de redes mosquiteiras.

O projecto prevê, ainda, a criação de um viveiro e restauração de 10 hectares do mangal visando melhorar o habitat para a reprodução de recursos marinhos, a construção e motorização de cinco embarcações para garantir a pesca em segurança no mar aberto, criação do sistema de conservação de pescado e apoio na comercialização nos mercados locais.

O investimento social do Corredor para restaurar meios de subsistências das comunidades abrangidas pelo projecto de construção da linha férrea e o porto beneficia mais de 14 mil famílias nas áreas de agricultura, pesca, apicultura, avicultura, caprinocultura e capacitação para criar mão-de-obra qualificada na região.

Leia:  Vale revitaliza estrada que dá acesso aos bairros da comunidade da Vila de Moatize