LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Waru Waru diz que atentado contra Membro do MDM em Molocué foi obra dos seus adversários

em DESTAQUES/POLITICA por

O Delegado Político Provincial daquela formação política na Zambézia, Rogério Waru Waru convocou este sábado, uma conferência de imprensa para protestar o espancamento de que um dos membros da sua filiação partidária foi vítima, no último final de semana.

Rogério Waru Waru assegurou que o atentado havido no distrito de Molocué nesta sexta-feira (5), contra o membro da Assembleia Municipal do Conselho Autárquico da Vila de Alto Molocué (CAVAM), André Tchetxema, foi planeado pelos adversários do MDM, para impedir a participação do mesmo na próxima sessão daquele órgão legislativo, que terá lugar no dia 10 do mês em curso.

Waru Waru afiançou que um dos motivos por detrás desta atitude “vergonhosa” dos seus adversários, tem a ver o facto ter sido único membro da Assembleia Municipal do CAVAM que nas suas intervenções mostra coerência e objectividade, o que segundo ele, não acontece nas intervenções dos membros das bancadas da FRELIMO E RENAMO.

“Convocamos esta conferência de imprensa para repudiar veementemente o atentado havido nesta sexta-feira contra o nosso membro no distrito de Alto Molocué que, por meio da violência criaram condições para que o mesmo não possa participar da próxima sessão daquela Assembleia Municipal, que vai decorrer brevemente”.

Waru Waru afirma que não é a primeira vez que os seus membros sofrem perseguições de género e garante que tais atitudes fazem parte das estratégias do partido no poder, a fim de banir o Movimento Democrático de Moçambique MDM, da província da Zambézia.

Entretanto, Rogério Waru Waru avança que o MDM junto ao seu presidente jamais vão permitir que intimidações de malfeitores que apenas querem ver o partido a descampar, possam criar mal-estar no seio dos seus militantes.

Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat