Médico tradicional morre afogado em Quelimane

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

Um médico tradicional encontrou a morte por afogamento no passado mês Junho, quando cortava caniço para construção na unidade residencial de Santágua B na cidade de Quelimane.

O corpo do malogrado foi achado na manhã desta quarta-feira (03 de Julho), por populares. De acordo com populares o malogrado respondia pelo nome de Justino José, de 36 anos de idade, era natural de Maganja da Costa e residente em Quelimane há mais de dez anos.

Nilza Viegas, secretária do bairro Santágua B, sublinhou que teve conhecimento do caso e que o malogrado encontrava-se na companhia dos seus dois amigos exercendo a actividade de corte de caniço, próximo de uma lagoa do bairro, com o propósito de construção de uma casa de banho de material precário. Após o término das actividades os seus dois companheiros se retiraram da lagoa e ele permaneceu alegando que pretendia tomar banho.

“o malogrado na altura encontrava-se embriagado, durante o banho o mesmo afogou -se sem deixar rastos, crianças que estavam no local viram o sucedido e informaram aos vizinhos sobre o afogamento” – esclareceu.

Nilza Viegas, frisou ainda que, após passarem dez (10) dias de busca, o corpo foi achado sem vida na lagoa em alusão, em estado de decomposição e isso preocupou moradores daquela zona e criou uma grande perda familiar.

Lopes José, primo do malogrado disse a nossa reportagem que a morte de Justino José traz uma grande perda no seio da família, visto que era filho único e pai de um menor de 8 anos de idade.

Justino José dedicava-se ao comércio de venda de medicamentos tradicionais para sustentar a sua família. O corpo foi levado ao Hospital, a fim de se realizar a autopsia que irá definir com precisão a real causa da morte do malogrado.