LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Falta de compradores preocupa produtores de sal na Zambézia

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

Os produtores de sal na Zambézia, dizem estar preocupados com a falta de compradores daquele produto que chega a durar mais de um ano nos seus armazéns sem clientes.
A preocupação foi levantada esta quinta-feira (18) em Quelimane, pelos salineiros, numa reunião levada a cabo pelo Conselho Empresarial em parceria com outras organizações não governamentais.
Faidat Amisse, salineiro do distrito de Pebane, associa a ausência de compradores com a falta de adição de iodo, que segundo o mesmo, este produto só é possível adquirir na Índia e outros países.
“Nós como produtores de sal, temos como grande problema a falta de compradores do nosso sal. Na minha salineira é possível produzir cerca de 80 toneladas, com exigência do Governo em adicionar iodo fica mai9s complicado porque este produto chega a custar mais de 2 mil meticais em pequenas quantidades.”-realçou.
Entretanto, o Gestor do Projecto de Fortificação de Alimentos na Zambézia, Augusto Diogo, disse que as empresas envolvidas neste projecto estão focadas na capacitação de produtores de sal com o objectivo de produzir sal fortificado que se adeqúe a nutrição do corpo humano.

Leia:  Luís Boavida apela aderência dos eleitores às mesas de voto
Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat