LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Água turva do FIPAG preocupa moradores em Quelimane

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

Os residentes dos bairros Acordos de Lusaka, 17 de Setembro e Micajune em Quelimane, deploram por Água turva que sai nas suas torneiras desde sexta-feira passada (5), além das restrições que tem registado desde sempre.

A denúncia foi feita ao Jornal Txopela nesta segunda-feira, pelos residentes dos bairros supracitados, que vêem os seus filhos a morrer de diarreias, decorrente do estado da água fornecida pelo Fundo de Investimento e Património de Abastecimento da Água FIPAG nesta parcela do país.

Para aferir o grau de veracidade da informação, a equipa de reportagem do Jornal Txopela e da Rádio Chuabo percorreu os referidos bairros, acompanhado pela Direcção Técnica do FIPAG, onde os mesmos confirmaram o sucedido.

Até segunda-feira (8) em que o Jornal Txopela efectuou sondagem nos bairros, a situação continuava alarmante, principalmente nos bairros Acordos de Lusaka e 17 de Setembro, contudo, alguns residentes lamentam a situação e pedem ao FIPAG que normalize o fenómeno o mais depressa possível.

Arquiteza Luís e Olinda António moradores nos bairros Acordos de Lusaka e 17 de Setembro afirmam que o problema começou exactamente na sexta-feira de manha.

“Nos vimos desde sexta-feira água turva saindo das nossas torneiras e até hoje como estão a ver o problema persiste. As vezes faz um dia sem água sair, agora é este assunto. Pedimos que o FIPAG regularizasse o mais cedo possível antes que os nossos filhos morram de diarreias”

Por sua vez, o gestor comercial do FIPAG em Quelimane Ramos Paiva diz que a água turva que está a jorrar nas torneiras não faz mal a saúde porque já foi tratada.

Segundo Ramos Paiva, a cor da água que sai da torneiras não tem impacto na qualidade das mesma, dado que, tal como afirma, a água já foi tratada nos centros de tratamento da sua instituição.

Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat