Cidadãos reclamam morosidade na emissão de BI’s na Zambézia

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

A emissão de Bilhetes de Identidade está a apresentar dificuldades em satisfazer os cidadãos que procuram regularizar assuntos do seu interesse nas diversas instituições, facto que cria embaraços quando se dirigem a uma instituição bancária, estabelecimento de ensino ou quando interpelados pela Polícia da Republica de Moçambique.

As maiores reclamações são de cidadãos que estão na fila de espera há mais de dois meses para receber os seus BI’s.

Cidadãos acusam funcionários da Direcção Provincial de Identificação Civil de estarem a pautar pelo desleixo, ignorância e falta de vontade de revisitar os arquivos para saber da situação de cada um.

Os talões de espera que comprovam estar em processo de renovação dos BI’s na posse de cidadãos chegam a vencer a data, facto que dificulta a submissão de candidaturas para vagas de emprego.

Mamudo Hortênsio afirma estar há mais de seis meses na fila de espera para aquisição do seu Bilhete de Identidade, mas sem resposta. Pede a quem é de direito para a resolução do problema que continua a prejudicar milhares de pessoas nesta parcela do país.

Devido a falta de explicação sobre o que poderá estar a causar a demora, maior parte dos lesados levantam suspeitas, como é o caso de José Semente que aventa a hipótese de tratar-se de falta de domínio dos equipamentos por parte dos funcionários daquela instituição.

“Esta situação concorre à incitação da corrupção a nível da Direcção Provincial de Identificação Civil” – comentou.

Entretanto, o semanário Txopela tentou ouvir o responsável daquela instituição, mas sem sucesso decorrido da burocracia instalada nas instituições públicas.

Leia:  100 mil pessoas corem risco de vida na zona centro de Moçambique