LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Governo da Zambézia prevê aumentar a criação de gado bovino

em SOCIEDADE por

O Governo da província da Zambézia prevê aumentar a criação de gado bovino, caprino e a criação de ovos e frangos nesta parcela do País.

Segundo o Governador da Província da Zambézia, Abdul Razak, que avançou a informação, a iniciativa visa melhorar a dieta alimentar e as condições de vida da população, reduzindo assim, a desnutrição cronica que tem vindo a dizimar vidas no país.

Abdul Razak, falava na sexta-feira (26) em Nicoadala, nas cerimónias de lançamento da campanha de vacinação de animais com destaque para o gado bovino, caprino e galinhas que tem sido afectados por febre aftosa, brucelose, dermatose nodular e newcastle nas galinhas.

O Governador da Província Central da Zambézia, acredita que com a vacinação dos animais contra as doenças, vai melhorar o nível de criação de gados e galinhas, uma vez que a enfermidade mencionada tem sido a principal causa de morte a nível nacional.

“Nós ainda somos uma província com um número reduzido na criação de gados, mas temos ainda condições de aumentar o nível. Há outras províncias que tem mais gados, mas há um programa para aumentarmos a criação de gados na nossa província” – sustentou.

Sem avançar dados, Abdul Razak, afirma que o distrito de Nicoadala é considerado um dos maiores criadores de gado bovino, num total de cinquenta e dois mil bovinos que a província possui.

Por seu turno, o Director Provincial da Agricultura e Segurança Alimentar da Zambézia, Jabula Zibia, afirma que, devido a disseminação da doença em Tete e Gaza, a vacinação será estrategicamente realizada em zonas onde não foram detectados casos de febre aftosa.

Jabula Zibia, disse estar satisfeito com o nível de criação de gados na província, uma vez que os resultados representam o cumprimento do plano estratégico para a componente animal.

Leia:  Rijone desafiado à imprimir qualidade na educação em Quelimane

“Estamos satisfeito uma vez que estamos a cumprir com o nosso plano estratégico na componente animal. Hoje é um dia de festa para o sector de Agricultura” – realçou.

Refira-se que, a campanha de vacinação de animais, prevê vacinar cerca de vinte e quatro mil bovinos contra febre aftosa, quatro mil trezentos contra dermatose nodular e dois mil trezentos e cinquenta e oito contra brucelose.

Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat