QUELIMANE: Património Municipal em mãos alheias

em DESTAQUES/REPORTAGEM por

Mais de 15 infra-estruturas pertencentes ao Conselho Autárquico de Quelimane, estão a ser usadas por pessoas que a edilidade não reconhece legitimidade no uso do património, facto que preocupa a administração da cidade.

O apurou o Jornal Txopela que o número corresponde à prédios, vivendas e outros apartamentos que se encontram em mãos de pessoas que a edilidade não reconhece legitimidade para o uso do património municipal.

Perante esta situação, a Direcção do Conselho Municipal da Cidade de Quelimane, diz que está a realizar trabalhos de forma a recuperar a gestão desses patrimónios e responsabilizar os ocupantes, o Jornal Txopela sabe que o Conselho Autárquico já submeteu ao tribunal processos com vista a recuperação de alguns patrimónios.

“Há uma preocupação por parte do Conselho Autárquico, porque com mais de 15 residências poderia minimizar as despesas da Direcção do Conselho Municipal de Quelimane, mas infelizmente estão lá pessoas estranhas que não fazem parte da lista que o Conselho tem, e estas casas estão ocupadas por estranhas que incluem à Direcção Provincial da Educação, a casa onde funciona a SISE, a Biblioteca Provincial. “

O Conselho Autárquico afirma que não tem nenhum conhecimento dos indivíduos que actualmente ocupam essas residências, mas lembra que já notificou e até agora não se pronunciaram.

Leia:  Agentes económicos consciencializados sobre novas normas e procedimentos cambiais