QUELIMANE: Bairro Janeiro sem energia eléctrica a quatro dias

em SOCIEDADE por

A zona residencial de Janeiro na cidade de Quelimane, encontra-se as escuras desde terça-feira ultima, 26 de Fevereiro do ano em curso por motivos ainda desconhecidos sob olhar impávido e sereno da Eletricidade de Moçambique (EDM).

O Jornal Txopela, dirigiu-se ao local para apurar a veracidade do facto que tem vindo constantemente a prejudicar moradores e alguns agentes económicos.

Tanto moradores como agentes económicos do bairro Janeiro em Quelimane, dizem estar agastados com a empresa Eletricidade de Moçambique na Zambézia que tem vindo a criar danos avultados e constantes nos seus electrodomésticos, facto que arruína as suas vidas e negócios.

Arlindo Dias, lamenta o facto de a EDM espezinhar o seu grito de socorro, uma vez que as autoridades do bairro e singulares reportaram o caso varias, mas sem sucesso.

“Agora não se sabe se a distância da Electricidade de Moçambique de Quelimane até ao bairro Janeiro leva dois a três dias para chegar! É a dúvida que nos surge” -realçou Arlindo Dias, apelando a entidade competente a resolver a situação que vem causando prejuízos nos seus electrodomésticos e frescos.

Arlindo Dias, relata que não se trata do primeiro caso, há ocasiões em os cortes no fornecimento de energia duraram até três semanas sem a intervenção da EDM, onde são obrigados a pagar um electricista particular para resolver o caso.

Cátia do Rosário, diz que a   EDM em Quelimane é incompetente “nosso peixe e outras coisas que guardávamos na geleira e congelador estão a apodrecer. Esperamos bastante e nada. Agora quando ligamos para Piquete desligam as nossas chamadas “-afirmou.

Leia:  Cabo Delgado: Mais de 15 mil pessoas já possuem documentos de Identificação em Palma