Mais de mil professores serão contratados este ano na Zambézia

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

A Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano na Zambézia, pretende contratar cerca de 1.693 professores para o ensino primário e secundário no ano lectivo de 2019 para cobrir com a demanda naquele sector.

A meta de contratação dos professores de diferentes carreiras, vem reforçar o efectivo para todos os níveis de ensino, onde 1.673 são para o ensino primário do 1º e 2º grau e 20 para o ensino secundário geral.

A informação foi avançada esta terça-feira em Quelimane pelo Porta-voz do Governo Provincial, em conferência de imprensa.

 “Com estas contratações prevemos um incremento em 31.2% para 2019 se compararmos com as metas de 2018, desta feita, esperamos melhorias no rácio aluno professor, que vai sair de 70 para 66 no presente ano lectivo.” -disse.

Questionado sobre o ponto de situação dos graduados remanescentes de 2018, a fonte afirmou que o sector esta a envidar esforços em colaboração com as outras províncias com o objectivo de enquadrar nos seus respectivos postos de trabalho.

Entre as províncias que decidiram acolher os professores formados em 2018 na Zambézia, os destaques vão para Nampula e Cabo Delgado. “Há um contingente de 200 professores que serão contratados em Nampula e outros na Província de Cabo Delgado para assegurar as metas previstas para o ano lectivo de 2019”.

O Porta-voz do Governo Provincial da Zambézia, disse ainda que, apesar de se tratar de um grande desafio, o Ministério da Educação em parceria com o Governo da Província da Zambézia estão a criar mecanismos com vista a assegurar a promoção na gestão de um sistema educativo eficaz e eficiente para atingir o objectivo principal da educação e desenvolvimento humano.

De referir que o Sector de Educação da Zambézia conta actualmente com mais de 19 mil professores de ensino primário, numero considerado inferior se olhar pelo crescimento populacional na Província.