INAE trava especulação de preços de produtos alimentares na Beira

em SOCIEDADE por

A Inspecção  Nacional de Actividades Económicas− INAE, reinstitui a justiça da balança comercial na cidade da Beira. Numa operação de fiscalização desencadeada por aquela instituição, nos locais de vendas de produtos de primeira necessidade, foi possível normalizar os preços em alguns estabelecimentos comerciais.

Desde a passagem do ciclone IDAI, vendedores de produtos de primeira necessidade, inauguraram uma fase de especulação  dos preços dos mais diferenciados produtos com destaque para  o frango que chegou a roçar os 1000 meticais, contra os 250 meticais habituais.

“Neste momento se está a verificar uma enchente nas lojas para aquisição de produtos de primeira necessidade”− garante Zeferino em contacto com o Jornal Txopela.

Os depoimentos dos nossos entrevistados é unânime, após a fiscalização  do INAE nos mercados formais e informais onde peremptoriamente exigiu o cumprimento escrupuloso das normas estabelecidas, houve uma descida dos preços de forma considerável.

Leia:  Quatro mil livros para escolas do País