CDN Porto investe na melhoria de manuseamento de carga no porto de Nacala

em DESTAQUES/ECONOMIA E NEGÓCIOS por

O Corredor de Desenvolvimento do Norte Porto (CDN Porto), gestora do porto de Nacala, acaba de adquirir um guindaste móvel, com capacidade de carregamento de 125 toneladas.

Com esta aquisição o CDN Porto pretende reforçar a sua frota e melhorar o atendimento aos potenciais clientes, pois este equipamento trará maior dinâmica em termos de velocidade de descarga e embargue de mercadorias, para além de duplicar a capacidade horária de movimentação de contentores.

“O nosso objectivo é de melhorarmos continuamente e sermos uma referência como principal porta de logística do norte de Moçambique, atendendo também aos países do hinterland. Com os investimentos que estamos a fazer, buscamos a modernização e competitividade” – disse Mário Moura, director do Porto de Nacala.

Esta é a segunda aquisição de equipamento de grande porte, em menos de um ano, pois em Dezembro do ano passado, o porto de Nacala adquiriu um barco moderno que permite o transporte seguro, confortável e eficaz dos pilotos.

Em 2018 o Porto de Nacala manuseou 80.217 TEUS de contentores contra 70.931 do ano anterior o que corresponde uma evolução de 15% quando comparado os dois períodos.

No mesmo período, foram manuseadas 1.954.751 toneladas métricas contra 1.666.663 manuseadas em 2017, representando assim uma evolução de 17%.

Leia:  Tiroteio em Las Vegas mata mais de 50 pessoas no ataque de armas mais mortal dos EUA