Autoridades podem mandar encerrar fábrica de bolachas em Quelimane

em DESTAQUES/ECONOMIA E NEGÓCIOS por

O Jornal Txopela publicou recentemente, uma Reportagem onde funcionários da indústria saborosos, uma fábrica de bolachas em Quelimane, acusam a direcção daquela empresa, de praticar maus tratos e abuso de poder contra os colaboradores, a nossa reportagem apurou que a empresa chegou a expulsar arbitrariamente alguns funcionários por reclamarem das condições de trabalho.

O Governo da Zambézia através da Direcção Provincial do Trabalho veio a publico reagir ao facto publicado pelo nosso jornal.

O Inspector Chefe Provincial da Direcção do Trabalho na Zambézia, afirma tratar-se de uma empresa “rebelde” no cumprimento das normas de trabalho da República, dado que a empresa foi implantada sem autorização das autoridades competentes.

Diante das infracções, Almeida Juga, afirma que a Industria Saborosos tem dias contados para ser interrompido o seu funcionamento pela Direcção do Trabalho da Zambézia.

O Jornal Txopela apurou que a fábrica de bolachas denominada Industria Saborosos, tem por obrigação o pagamento de uma multa de 280 mil meticais à Direcção Provincial do Trabalho, resultante de fraudes e o não cumprimento das normas de trabalho.

 “Neste momento a empresa não regularizou certas normas e deve 280 mil meticais portanto, isso pode levar a suspensão até pagar”- afirma Almeida Juga, acrescentado que tem os 15 dias para efectuar o pagamento, a medida segundo justifica visa disciplinar a empresa.

O Jornal Txopela, tentou inúmeras vezes contactar a direcção da empresa dirigida por cidadãos de origem asiática, para apurar a autenticidade do facto que preocupa aqueles funcionários, sem sucesso.

Leia:  Manuel de Araújo ameaça abandonar o MDM