LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

100 mil pessoas corem risco de vida na zona centro de Moçambique

em DESTAQUES/POLITICA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA por

O Presidente da Republica, Filipe Nyusi, falou na tarde desta segunda-feira (18) à Nação. Nyusi actualizou aos moçambicanos através dos órgãos de informação que afluíram a Presidência, os dados do Governo relactivos à catástrofe natural que assola a zona centro de Moçambique.

Dados do Governo indicam que 84 pessoas perderam a vida em resultado da passagem do ciclone idai acrescentado que “tudo indica que poderemos registar mais de 1000 óbitos”,

A avaliação preliminar do Chefe do Estado moçambicano indica que:  O troço que liga a cidadela de Dondo à capital da província, Beira está interrompida em 4 pontos, o numero podendo acrescer nos próximos dias devido as águas que galgaram a estrada.

As bacias hidrográficas dos Rios Buzi e Púgue podem continuar a transbordar e inundar mais circunscrições geográficas, avaliando pela chuva que continua a cair torrencialmente. Sofala e Manica são as províncias mais afectadas pela catástrofe na região centro.

Leia:  Vodacom junta personalidades moçambicanas para celebrar o Dia Internacional da Mulher
Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat