Procuradoria liberta manifestantes detidos em Quelimane

em DESTAQUES/POLITICA por

Todos os 15 manifestantes que foram presos entre segunda e terça-feira em Quelimane após a realização de duas marchas de manifestações pacificas já estão em liberdade. No principio da tarde desta quarta-feira, os que ainda estavam sob custódia foram liberados após o Procurador da República, Pacifico Murima expedir mandados de soltura.

O grupo, que foi preso sob a acusação de pratica de crime de desobediência, após a soltura em declarações ao Jornal Txopela disseram que a acção da policia é injustificada e de má fé, dado que a organizações da sociedade civil obedeceram os mecanismos legais para a realização de uma marcha pacifica.

Os manifestantes foram libertos na presença de Manuel de Araújo nesta quarta-feira, por volta das 14 horas no Comando Distrital da PRM em Quelimane. Os referidos cidadãos faziam parte do grupo de manifestantes que a PRM violentou e impediu a realização de duas manifestações com alegação de que a mesma não tinha sido autorizada.

Os manifestantes afirmam que estiveram a viver situações desumanas nas celas onde estavam a ver o sol aos “quadradinhos”.

Leia:  Cortes constantes de energia eléctrica preocupa consumidores em Milange