LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Policia agride manifestantes pacíficos em Quelimane

em DESTAQUES/POLITICA por

A Policia da Republica de Moçambique em Quelimane, agrediu fisicamente nesta segunda-feira (04) um total de 14 cadeirantes participantes de uma maratona na avenida marginal.

“A nossa actividade obedeceu os critérios estabelecidos pelas instituições de Estado, mormente a questão da comunicação previa as autoridades a diversos níveis, inclusive a policia” e acrescenta “As autoridades policiais estão a responder a eventos pacíficos com bastões e armas AK47 para pessoas indefesas e que se locomovem através de carrinhas de roda, isto é uma aberração” condenou a organização do evento.

A corrida em alusão teve o seu inicio por volta das 16 horas na avenida marginal, adjacente ao rio dos bons sinais, descreveu a avenida Eduardo Mondlane e o seu termino segundo o programa estava previsto para a praça da juventude, local da entrega dos prémios aos primeiros classificados.

A policia esteve no local as 17 horas onde espancou parte da organização do evento e procedeu a recolha compulsiva da aparelhagem sonora. Ao que o Jornal Txopela apurou no local o evento tratava-se de um torneio designado por “Manuel de Araújo” a associação dos deficientes justifica que foi a forma que encontraram para fazer parte da onda de protestos pacíficos contra a decisão do Governo de cassação do mandato do ex-autarca de Quelimane.

Leia:  CASO MAX LOVE: MDM acusa autoridades judiciais de agirem de ma fé
Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat