LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Novo modelo de BI com Chip começa a ser emitido na Zambézia

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

Trata-se de um novo modelo de bilhete de identidade que contém, um Chip com uma codificação, que vai permitir armazenar e proteger informações do titular de forma a evitar que seja falsificado.

 A Direcção Nacional de Identificação Civil começou, no dia 28 de Janeiro, a título experimental, nas cidades de Maputo e Matola, o processo de cadastramento de informação para a emissão de Bilhetes de Identidade com base na plataforma fornecida pela nova fornecedora, recentemente contratada.

Em entrevista ao Jornal Txopela, a porta-voz da Direcção Provincial de Identificação Civil da Zambézia, Carina Sofrinho, garantiu nesta quarta-feira (27) que o objectivo da DIC é que até Março todos distritos da província da Zambézia possam estar abrangidos pela tecnologia.

Neste momento decore a formação dos delegados que irão actuar ao nível provincial na emissão do novo modelo de Bilhete de Identidade.

Ao Jornal Txopela a Direcção Provincial de Identificação Civil da Zambézia, avançou que os actuais Bilhetes de Identificação, mantêm-se válidos para todos efeitos, até expirarem o seu prazo de validade.

O Jornal Txopela apurou que as taxas fixadas pela emissão do Bilhete de Identidade não vão sofrer nenhuma alteração, permanecendo os actuais valores de 165 meticais para cidadãos maiores de 18 anos e 90 meticais para crianças.

A grande vantagem para o novo modelo de Bilhete de Identificação segundo a porta-voz, é que vai abarcar um Chip para o armazenamento codificado de informação pessoal.

Leia:  ZAMBÉZIA: Biblioteca Provincial sem livros
Translate »
Ir para topo