MISA Moçambique condena agressão a jornalista em Quelimane

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

O MISA Moçambique, organização de defesa de liberdade de imprensa, condenou esta terça-feira, em comunicado, uma agressão a um repórter de um jornal privado ocorrido durante uma marcha na manhã de hoje.

Um repórter do Diário da Zambézia foi agredido quando acompanhava uma marcha de protesto organizado por duas organizações da sociedade civil em Quelimane.

PRM espanca jornalista em Quelimane

Num comunicado enviado a Redacção do Jornal Txopela, o Misa-Moçambique considera estes actos de um verdadeiro atentado à liberdade de imprensa e ao direito do povo à informação.

Nesse contexto, aquele Instituto de Comunicação da África Austral, capitulo moçambicano, apela as autoridades policiais da província a garantirem que os seus agentes respeitem e colaborem com a comunicação social no desempenho da sua missão de informar adequadamente os cidadãos, sugere igualmente que os membros da corporação envolvidos nesta acção sejam identificados e exemplarmente punidos.

Leia:  Empresários moçambicanos "atacam" produção de açúcar em Angola