Manuel de Araújo exige a demissão de Carmelita Namashulua

em DESTAQUES/POLITICA por

Manuel de Araújo, Presidente do Conselho Autárquico de Quelimane, exige a demissão de Carmelita Namashulua, Ministra da Administração Estatal e Função Pública. Manuel de Araújo revela que Namashulua envergonhou o Governo de Moçambique ao solicitar a anulação dos resultados eleitorais validados pelo Conselho Constitucional.

De Araújo julga de incompetência monumental, o facto de o Conselho de Ministros sob proposta de Namashulua ter solicitado ao Conselho Constitucional à anulação dos resultados eleitorais em Quelimane.

Perante a presença de mais de 3 mil munícipes que afluíram a praça dos heróis em Quelimane, o Presidente do Conselho Autárquico de Quelimane declarou Namashulua “persona non grata” em Quelimane.

Araújo advoga que a Ministra da Administração Estatal e Função Pública não conhece as leis da Constituição da República.

Leia:  RENAMO ganha na escola 17 de Setembro em Quelimane