INCÊNDIO NA PISCINA MUNICIPAL DE QUELIMANE: Ainda não há resultados das investigações

em SOCIEDADE por

Um incêndio de grande proporção, surpreendeu e consumiu 90 por cento da estrutura da Piscina Municipal de Quelimane onde funcionava uma casa nocturna de diversão. Acontece que parte da infra-estrutura era constituída por material frágil altamente instável quando exposto ao fogo. Até ao momento desconhecem-se as razões e a proveniência do fogo. A piscina Municipal está a funcionar há quase um mês e meio, depois de 4 anos paralisada por ordens do executivo municipal.

Nas referidas instalações, funcionava uma discoteca e bar. No local, os danos são avultados e rondam aproximadamente a 4 milhões de meticais. O corpo de salvação pública fez se presente depois de o fogo ter consumido a parte que lhe interessava, contudo, não foram a tempo de conter o pior.

Manuel Cumaio, Dirigente do Controlo estatal no Corpo de Salvação Publica , contou que assim que foram solicitados os bombeiros, fizeram ─ se prontamente ao local para extinguir o fogo. Dada a gravidade do incêndio, os bombeiros dos Caminhos de Ferro de Moçambique ─ EP também estiveram no local para apoiar na extinção do incêndio, essa ginástica evitou o pior: Que o fogo se alastrasse até ao edifício adjacente, onde funciona a Procuradoria Provincial da Zambézia.

Para minimizar os danos e apoiar na reconstrução do empreendimento público, foi já lançada uma campanha solidária com o objectivo de angariar fundos. Silima Xitato dono da Nhanbaro Txiling─ empresa que explorava o espaço disse ao Jornal Txopela que não conseguiu recuperar nenhum bem dentro do edifício, pelo que todo o equipamento de som, refrigeração e bebida foi consumido pelas chamas. O incêndio ocorreu no passado dia 14 deste mês e está neste momento a ser investigado pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal.