LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Edil interino de Quelimane ordena o cancelamento de cheques

em DESTAQUES/POLITICA por

A primeira medida do substituto de Manuel de Araújo no cargo que ocupa a três dias, foi de ordenar o cancelamento do processo de emissão e levantamento de cheques nos Bancos. A decisão segundo um documento em posse do Jornal Txopela foi tomada no dia 21 de Janeiro, portanto a data em que foi empossado.

O Presidente interino do Conselho Autárquico de Quelimane, Domingos Albuquerque em nota enviada ao Banco BCI e STB ordena o cancelamento dos cheques em circulação das contas da edilidade em moeda nacional referentes a conta do Fundo de Investimento de Iniciativa Autárquica e conta da Empresa Municipal de Saneamento [Emusa] respectivamente.

A medida segundo Albuquerque visa a “regularização e actualização de procedimentos administrativos e financeiros ” da instituição visando servir cada vez melhor os munícipes.

Os cheques em alusão foram passados e assinados por Manuel de Araújo ainda em exercício como edil da Autarquia de Quelimane, no período compreendido entre finais de 2018 até ao dia 21 de Janeiro de 2019.

O Jornal Txopela apurou que Daviz Simango despachou uma equipe do Conselho Autárquico da Beira para assessorar Albuquerque. A comitiva composta por três membros daquele governo esta em Quelimane: o Vereador para área das Finanças, um (01) do sector de Receitas e um (01) do gabinete jurídico do Conselho Autárquico da Beira em Sofala.

Em contacto telefónico que o Jornal Txopela manteve na manhã desta quarta-feira [23] com o Director de Finanças do município de Quelimane, João Mário, diz desconhecer a ordem do presidente interino e por essa via não podia tecer quaisquer comentários. O “Txopela” sabe que a ordem até as 11 horas de hoje ainda não estava a ser cumprida pelos funcionários afectos a Vereação de Administração e Finanças do Conselho Autárquico de Quelimane.

Translate »
Ir para topo