DOMINGOS ALBUQUERQUE CHEGA AO “PODER”: Finalmente …

em DESTAQUES/REPORTAGEM por

No dia 21 de Janeiro de 2019, o sol nasceu por volta das 05 horas e 12 minutos  e teve o seu pôr do sol as 18 e 13 minutos. Máxima de 23 graus célsius, céu muito nublado, vento noroeste (29 km/h) era o estado de tempo.

No edifício do Conselho Autárquico de Quelimane na actual designação, forçada pela revisão pontual da Constituição da República fruto do acordo entre a Renamo e o Governo era notória uma movimentação invulgar.

Segundo um programa enviado ao Jornal Txopela estava prevista para as 14 horas daquela segunda-feira à tomada de posse de Domingos César Albuquerque para dirigir o município de Quelimane na condição de presidente interino como recomendou o ofício n 04/MAEFP/GM-VM/DNDA/992/2019 do Ministério da Administração Estatal e Função Publica em cumprimento do acórdão N° 86/2018, de 21 de Dezembro onde o Tribunal Administrativo julgou improcedente o recurso contencioso N° 85/2018-P, interposto por Manuel António Alculete Lopes de Araújo, contra o Conselho de Ministros, por falta de fundamento legal.

A cerimónia que devia ter inicio pontualmente as 14 horas, segundo o programa, conheceu o seu inicio as 15 horas.

14:29

Protegido por um forte aparato de segurança chega ao edifício sede do Conselho Autárquico de Quelimane, Domingos de Albuquerque, até aquele momento, Presidente da Assembleia Municipal numa viatura de marcada Toyota, modelo D4D vestido a rigor e pronto para jurar servir os munícipes de Quelimane como o quinto Presidente da Autarquia.  Numa altura em que a opinião publica julga quem em 15 dias não poderá tomar nenhuma decisão administrativa de relevo.

14:35

Manuel Araújo chega aos paços do Conselho Municipal na avenida Samora Machel, ladeado por dois seguranças. De Araújo escolheu usar uma bicicleta para locomover-se. Estão no edifício da edilidade os dois protagonistas no processo de “entrega de serviços” determinado pelo Conselho de Ministros.

Leia:  QUELIMANE: Frelimo reunida em sessão extraordinária para eleição dos candidatos à cabeça de lista

14:48

Minutos que antecedem a entrega de pastas entre Manuel de Araújo e Domingos de Albuquerque, fora dos paços do Conselho Municipal estão dezenas de pessoas, maioritariamente do sexo feminino que protestam contra a decisão do Conselho de Ministros da cassação do mandato de Manuel de Araújo. A Policia da Republica de Moçambique trajada com os recentes uniformes perfila frente ao edifício empunhando armas do tipo AK 47 , pistolas e cassetetes pronta para repelir qualquer tentativa por parte dos munícipes em fazer-se ao salão nobre, local onde decorreu a cerimonia. 

15:20 

O Secretário Permanente da Província da Zambézia, Júlio Mendes, confere posse a Domingos Albuquerque, para dirigir o Conselho Autárquico de Quelimane interinamente por 15 dias de acordo com a decisão do Ministério de Administração Estatal e Função Publica. O dirigente que falava em representação do Ministério em alusão, órgão de tutela administrativa dos municípios, chamou a colaboração de Manuel de Araújo nos processos em que for solicitado pelo actual edil interino e o Governo, de igual forma chamou a atenção à Domingos de Albuquerque para que a sua gestão obedeça a lei e assegure os serviços essenciais até a entrega das pastas ao futuro edil. Júlio Mendes recusa tecer comentários se em Fevereiro, Araújo voltará a cadeira que naquele momento acabava de perder, advogando que são processos distintos e que havia cumprido com a ordem do seu Governo e que os processos subsequentes não eram da sua alçada pronunciar-se.

15: 24

Domingos Albuquerque toma posse como o quinto edil de Quelimane e jura servir o povo de Quelimane, a Constituição da República e todos os instrumentos legais. E estava encerrada à cerimónia de entrega de serviços e a casacão de mandato de Manuel de Araújo como presidente do município de Quelimane.

Leia:  MAMO promete diminuir custo de vida em Quelimane

A cerimónia contou com a presença de membros da Assembleia Municipal de Quelimane, órgãos de informação social, representantes do Governo a vários níveis entre outros.