LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Rogério Zandamela recusa demitir-se do cargo de Governador do BM

em DESTAQUES/ECONOMIA E NEGÓCIOS por

O governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela recusa demitir-se do cargo que exerce, intenção manifestada pelos membros das organizações da sociedade civil, devido ao que chamaram incompetência comprovada por aquele dirigente, na gestão do caso apagão do sistema bancário integrado de Moçambique SIMO.

Rogério Zandamela, falava na sexta-feira finda em Quelimane, à margem do encerramento do Quadragésimo Terceiro Conselho Consultivo do Banco de Moçambique, evento que teve lugar naquela cidade do centro de Moçambique.

O nosso entrevistado, afirmou na ocasião que  está a trabalhar de acordo com as normas e a vontade de quem lhe concedeu o cargo de Governador do Banco de Central.

“Eu não me vou demitir porque as pessoas dizem que tenho que me demitir. Estou a trabalhar nos termos da lei e não tenho medo de nada. Eu vou continuar a trabalhar”- afirmou.

O Governador Banco de Moçambique, disse ainda que a sua demissão não depende da vontade do povo moçambicano mas sim, afirma depender do Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi.

“A minha demissão não depende da vontade do povo mas sim, do presidente da República que me concedeu o cargo de Governador de Moçambique”- disse Rogério Zandamela, Governador do Banco de Moçambique.

Leia:  VISITA PRESIDENCIAL (ZAMBÉZIA): Jornalistas deploram condições de transporte
Translate »
Ir para topo