PR quer explorar Fundo Soberano da Noruega

em DESTAQUES/POLITICA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA por

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, iniciou a meio da manhã desta terça-feira, a sua Visita Oficial de três dias ao Reino da Noruega.

À sua chegada aquele país nórdico, o estadista moçambicano, para além do encontro com a delegação que o acompanha, reuniu igualmente com a missão empresarial moçambicana.

Para a primeira actividade em solo norueguês, o Presidente da República, participou de um almoço de trabalho com mais de uma dezena de representantes de grandes empresas norueguesas, investidores em Moçambique e outros que ainda pretendem explorar negócios no nosso país.

O Presidente Nyusi disse, na ocasião, esperar que os homens de negócios moçambicanos saibam aproveitar no máximo os encontros empresariais com a contraparte norueguesa, pois trata-se de um país que figura no topo da lista das nações com uma vasta experiência na gestão transparente dos recursos.

Aliás, a Noruega é detentora do maior Fundo Soberano do Mundo, com reservas estimadas em mais de 1.3 triliões de dólares, aliado ao facto de estar igualmente a ser controlado por um comité de ética.

“Iremos trabalhar, junto do Banco Central norueguês, no Projecto do Fundo Soberano da Noruega, para melhor compreendermos. Queremos fazer as coisas com precisão” frisou  o Presidente Nyusi.

Ainda na sua intervenção, o Chefe do Estado avançou que  “na nossa agenda de trabalho, iremos igualmente, dar a conhecer aos noruegueses  a nossa experiência da paz que é resultado do trabalho  de cada moçambicano”.

O sector de Pesca e formação são outras áreas que Moçambique leva na agenda desta Visita Oficial a Noruega.

Leia:  MOÇAMBIQUE: 43% de crianças sofrem com desnutrição crónica