LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Energia de rede nacional impulsiona o desenvolvimento da vila de Mulevala

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

A população do distrito de Mulevala, a norte da província da Zambézia, perspectiva um futuro risonho para a economia local, com a chegada da corrente eléctrica de rede nacional.

Segundo Adelina Tiroso, Administradora daquele distrito, a chegada da corrente eléctrica àquele ponto do país representa um passo bastante galopante, rumo a satisfação do sonho de toda a população local, que passa pelo garante das melhores condições de vida.

Adelina Tiroso acrescentou que com aquele recurso energético naquele distrito, a população pode conservar os seus produtos frescos, sem correr o risco de putrefação “A energia é um recurso bastante importante para o desenvolvimento de um certo local, portanto, com a chegada deste recurso aqui no distrito de Mulevala, o nível de vida e as condições dos nossos concidadãos melhoraram sobremaneira que, em poucos dias da existência de corrente, vemos uma aceleração no desenvolvimento sócioeconómico do distrito” – disse.

Tiroso foi mais longe ao afirmar que o projecto poderá impulsionar a criação de ensino pós-laboral (curso nocturno), dado que, segundo as suas palavras, os níveis de analfabetismo no distrito continuam altos e muitos justificam a não frequência ao sistema de ensino por falta de tempo durante o período diurno.

“para além da provável introdução do curso nocturno nas nossas escolas, a chegada da corrente eléctrica no distrito de Mulevala poderá atrair investimentos para o distrito, visto que somos potenciais produtores de castanha de cajú, de amendoim, de mandioca e de muitos outros produtos que podem ser capitalizados e transformados em produtos acabados para  o mercado” – palavras de Adelina Tiroso.

Num outro diapasão, Adelina Tiroso disse que o projecto abre espaço para a retomada das obras de construção do bloco operatório do Centro de Saúde de Mulevala, obras paralisadas no princípio do ano em curso por incumprimento de metas e de padrões contratuais.

Leia:  Governo do Distrito de Mulevala “invade” estacão de Rádio

Segundo Lodovino Beleza, técnico da electricidade de , área operacional de Mocuba, o projecto custou aos cofres da empresa 169.500 mil meticais e teve a duração de um ano e um mês.

 

Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat