Serôdio Towo

Director do Jornal Dossiers & Factos sofre ameaças de morte

em DESTAQUES/POLITICA por

Num comunicado de imprensa enviado a nossa redacção a ST Projectos e Comunicação, proprietária do Jornal Dossiers & Factos, denuncia “um atentado à integridade física do jornalista e Director Editorial do semanário supramencionado, Serôdio Towo, através de ameaças directas de morte protagonizadas por indivíduos desconhecidos” — lê-se no documento.

A nota enviada aos órgãos de informação relacta minuciosamente como as ameaças vem sendo levadas a cabo “desde o passado Sábado, a vítima tem vindo a receber chamadas telefónicas de desconhecidos com teor de ameaça à sua vida. Numa das chamadas, a mais longa de todas e que a vítima conseguiu gravar, o indivíduo que se identificou por Socula Condwana, chamava atenção para a necessidade do jornalista abandonar os temas que o Dossiers & Factos vem publicando virados ao governo e que, caso continue, isso podia lhe custar a vida”. E acrecenta  “Quem chama atenção, amigo é. Então, eu queria te informar que esses assuntos que vocês estão a tratar sobre questões do governo é bom abandonar, senão vão te criar muita confusão. Quem avisa melhor amigo é. Dizer mais, esta república foi libertada de uma forma…”, caiu a linha antes de o indivíduo concluir o teor da ameaça.

A ST Projectos e Comunicação refere que “esta não é a primeira vez que a vítima é assediada por indivíduos desconhecidos. No princípio do presente ano, indivíduos desconhecidos que se faziam circular em viaturas descaracterizadas seguiram durante dias os movimentos da vítima, mas nunca se apurou a sua verdadeira intenção”.

A empresa detentora dos títulos de propriedade da publicação termina por lamentar a situação que fere o principio da livre expressão e acesso à informação consagrados pela constituição da Republica de Moçambique.

Leia:  “Estamos num país ditatorial”- diz Manuel de Araújo