LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Desconhecidos assaltam três casas na Zambézia

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

O assalto acontece numa altura em que em menos de 24 horas, o Comandante Geral da Polícia da  República de Moçambique garantiu em Quelimane que o crime organizado teria dias contados na  zona centro do país, uma situação inédita acontece na madrugada da sexta-feira última no bairro Santágua, distrito de Quelimane, província da Zambézia.

Indivíduos desconhecidos  ainda  a monte, munidos de armas brancas e outros instrumentos contundentes, introduziram-se no interior da casa de um cidadão tendo recolhido diversos bens materiais, incluindo  valores  monetários ainda não especificados, em troca da vida da sua filha de seis meses de idade. Numa primeira fase, os assaltantes pediram os meios de comunicação do  proprietário da residência e da senhora, tendo  de seguida intercalado numa outra casa onde recolheram quatro telefones celulares.

A nossa reportagem interpelou uma moradora que falou em anonimato, tendo explicado que a situação é bastante preocupante se olhar pelos danos que os assaltantes causaram.

De acordo com o nosso entrevistado, a Polícia da República de Moçambique deve pautar por  um trabalho justo e transparente na prestação de serviços a  pessoas sem  olhar pelos valores monetários em troca de  prestação de serviços.

A fonte que também é membro da corporação, afecto a subunidade de intervenção rápida IUR, disse ser lamentável o que acontece naquela unidade residencial, tendo salientado que a 3ª esquadra da Policia da República de Moçambique não está a trabalhar devidamente na cobertura da sua área de actuação, no capítulo de cobertura das suas patrulhas.

Leia:  Menor de 15 anos morre eletrocutada em Marabo
Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat