Jornalistas impedidos de acompanhar contagem na Escola Eduardo Mondlane

em AUTÁRQUICAS 2018/DESTAQUES/POLITICA por

Os profissionais de comunicação social que estão a acompanhar o processo eleitoral no Posto de votação da Escola Secundária Eduardo Mondlane,, foram obrigados a observar o processo de contagem dos votos espreitando pelas janelas.

Questionados sobre os motivos que levaram a tomar a decisão, os membros das mesas de voto não puderam apresentar quaisquer justificação plausível, limitando-se apenas a dizer que esta foi a decisão.

Refira-se no entanto que a decisão de não entrada nas assembleias de voto foi extensiva aos observadores nacionais e internacionais presentes no local.

Leia:  Mozal lança programa de combate a doenças não transmissíveis