LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

África Great Wall Mining Development Company: “Os novos colonizadores de Moçambique”

em DESTAQUES/REPORTAGEM por

— MDM condena assassinato em Inhassunge na Zambézia

O partido Movimento Democrático de Moçambique na Cidade de Quelimane, através do Chefe da Bancada daquela formação política na Assembleia Municipal condenou recentemente à ocupação em Olinda, localidade de Chirimane da força paramilitar UIR que tem seviciado à população. File Salato repudiou os avanços do governo da Zambézia de retirada compulsiva da população residente naquela circunscrição geográfica e adianta que está acção tem “anuência de grandes figuras deste Pais” e acrescenta “mesmo que Inhassunge não faça parte de Quelimane, o que está em causa é a vida humana e a violação dos seus direitos”.

O Chefe da Bancada do MDM na Assembleia Municipal de Quelimane entende que à população de Olinda está sendo ameaçada para abandonar as suas terras para dar lugar ao projecto de exploração de areias pesadas pela firma Chinesa, África Great Wall Min­ing Development Company, Limitada que classificou como “os novos colonizadores de Moçambique”.

Exploração de areias pesadas na Zambézia: O pesadelo dos pobres

File Salato advoga que ninguém tem o direito de decidir sobre a vida de outrem e de forma extrajudicial tirar a vida, ignorando os princípios estatuídos na Constituição da República de Moçambique.

O MDM exige desta forma do Governo da Zambézia bom senso e que os mentores deste crime hediondo sejam devidamente responsabilizados “pedimos para que não seja mais um caso mal parado à semelhança do caso Max-Love”.

É uma operação paramilitar que já ceifou uma vida, mutilou uma criança e feriu com gravidade várias outras pessoas no povoado de Olinda no distrito de Inhassunge, província central da Zambézia. A população recusa a execução do projecto de exploração de areias pesadas na sua comunidade e o governo da Zambézia responde com recursos bélicos.

O custo humano da exploração de areias pesadas em Inhassunge: O pesadelo dos pobres! (2)

Leia:  MDM promete asfaltar 5 km de estrada por ano em Milange
Translate »
Ir para topo