LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Professor catedrático David Medzenguerere

NOVA DESCENTRALIZAÇÃO NACIONAL: Mudzenguerere defende nova abordagem comunitária

em DESTAQUES/POLITICA por

O Professor David Mudzenguerere, defendeu esta sexta-feira 29 de Junho, na cidade de Quelimane, que para garantir que o novo pacote de descentralização aprovado recentemente pela Assembleia da República beneficie a realização da liberdade na província da Zambézia, é necessário que pautemos por uma nova forma de comunitarismo.

Mudzenguerere disse ser urgente que as pessoas comecem a pensar no desenvolvimento da província da Zambézia, numa abordagem mais radical, “ pensar no desenvolvimento da Zambézia equivale a pensar na liberdade social dos zambezianos como um todo” — defendeu.

Falando numa mesa redonda promovida pelo Centro de Estudos para o Desenvolvimento da Zambézia, subordinada ao tema: Perspectiva de Desenvolvimento Economico e Social da Zambézia a Luz da Nova Descentralização, Medzenguerere definiu a liberdade social como sendo a capacidade e oportunidade que o individuo tem para satisfazer as suas preocupações.

Estas inquietações, segundo Mudzenguerere passam pela necessidade de manutenção da vida humana, necessidades essas que afirmam poder ser gozadas se o individuo tomar consciência da existência delas.

Professor David Medzenguerere que é docente na Universidade Pedagógica, Delegação de Quelimane, dividiu as necessidades sociais em dois grupos essenciais: necessidades primárias e necessidades secundárias.

Em sua apresentação como orador principal do tema: Novo pacote de descentralização: Possibilidade de realização da liberdade na Zambézia, Mudzenguerere chegou a ser bastante contundente ao afirmar que “Vivemos hoje numa sociedade cada vez mais individualizada e com princípios mais individualizantes onde cada um vive fruto da dor e sofrimento do outro”.

Na forma de pensar de Mudzenguerere, os Zambezianos “devem assumir a responsabilidade de formar comunidades não naturais, mas sim, comunidades existenciais”, isto é, assumir à responsabilidade da construção de uma sociedade mais justa, humana e transparente através da tomada de consciência de que à nossa atitude sempre afecta ao nosso próximo, quer seja ela uma atitude positiva ou negativa, variando apenas a forma como ela afetará a pessoa.

Leia:  CORRUPÇÃO NO CMCQ: Araújo ordena investigação das denúncias

A esta forma de comunidade, Mudzenguerere chamou de Neocomunitarismo. Ou seja, uma nova abordagem comunitária para garantir o desenvolvimento moral e social da província da Zambézia, a luz da descentralização ora aprovada. Fizeram parte da mesa redonda, individualidades de renome nos carris académicos em Quelimane.

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »
Ir para topo