LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Maria Fernanda Quipico

Maria das dores ou Maria das chuteiras?

em DESTAQUES/OPINIÃO por

Estamos a viver uma nova era de desconforto face a estratégia de comunicação da empresa Electricidade de Moçambique – área de distribuição de Quelimane. Deste feita o imbróglio tem nome, chama-se Maria Fernanda Quipiço, a actual delegada da empresa responsável pelo abastecimento da corrente elétrica nesta circunscrição geográfica.

Maria Quipiço toma a partir de hoje uma alcunha merecida, mas tenho para oferecer ao estimado leitor, a prerrogativa de escolher a sua, dentre as seguintes opções: Maria das Dores ou Maria das Chuteiras. Para não embaraça-lo, vou explicar de forma clara e resumida, o significado de cada nome, é, mediante as ultimas acções da senhora Quipiço, o leitor escolherá o nome que melhor lhe convier como é evidente.

Maria das Dores, como todos sabem, este nome representa a vida nos meandros católicos. Não sendo católico, não posso entrar em muitos detalhes, mas posso entrar em detalhes sobre o porquê, conquanto garanto que ao atribuírem o nome de Maria das Dores a mãe de Jesus cristo, os cristãos queriam mostrar ao mundo a dor sentida pela virgem não só durante o parto, como também ao vê-lo sofrer na cruz do Calvário. Ou por outra, só se pode atribuir o nome da Maria das Dores à alguém com extremas capacidades de sentir na sua pele, tal como Maria o fez, quando vê, ouve ou se apercebe que o seu próximo se encontra em situação de dor.

Maria das Chuteiras, este nome que já é bastante sugestivo, é uma forma “arbitrária” que os jornalistas e comentadores de futebol acharam para denominar as mulheres que podem trocar as melhores emoções do mundo pelo prazer de estar ao lado de um futebolista.

Leia:  MILANGE: 5 Indivíduos raptaram um menor de 11 anos com problemas de pigmentação da pele

Ora, depois de à partir do passado dia 26 de Junho, os clientes da empresa Electricidade de Moçambique terem sido surpreendidos com o impedimento caprichoso e sem esclarecimento por parte da delegação no processo de recarregamento de energia, alegadamente porque tanto a Delegada como o seu substituto legal estavam fora da cidade, este final de semana, concretamente domingo foi marcado por um apagão total na cidade de Quelimane e em alguns distritos desta província, apagão que se alastrou até aproximadamente a meia-noite desta segunda-feira.

O inesperado acontece quando questionada sobre os prejuízos causados por esta situação no Hospital Central de Quelimane, a Delegada da EDM respondeu nos seguintes moldes: “ Os prejuízos são enormes, nos não conseguimos fornecer energia no período em que estávamos a espera. Como estamos em época do Mundial, pedir desculpas aos nossos clientes pelos transtornos causados…”

Esta forma de olhar para a vida dos moçambicanos, que prioriza um festival de futebol em detrimento das vidas humanas nos blocos operatórios motivou-me a fazer a seguinte questão: Maria das Dores ou Maria das Chuteiras?

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat