Instituto Lugenda gradua 278 técnicos de saúde em Quelimane

Instituto Lugenda gradua 278 técnicos de saúde em Quelimane

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

O Instituto Técnico Lugenda, uma instituição privada vocacionada na ministração dos cursos de ciências de saúde, colocou no sábado último, cerca de 278 estudantes de diversos cursos de saúde no mercado de emprego.

Tratam-se de estudantes que frequentavam os cursos de técnico de farmácia, medicina geral, saúde materno infantil e enfermagem geral, cursos com a duração de trinta meses com excepção do curso de farmácia que durou 24 meses.

O Director do Instituto Lugenda em Quelimane, Isaías Marcos disse na ocasião que a grande aposta da sua instituição está assente na melhoria da qualidade dos serviços prestados pelos técnicos formados naquele estabelecimento de ensino, segundo advoga, os estudantes que não reúnem essas qualidades acabam perdendo os cursos: “O grupo de estudantes que hoje gradua começou o curso no primeiro trimestre do ano 2016. Começamos  com 321 estudantes, dos quais 226 meninas, representando cerca de 70,4%. Deste universo, 43 não chegaram ao fim, o que representa cerca 13%. Os motivos que fizeram com que estes estudantes não chegassem ao fim são vários, dentre os quais maus resultados, doenças, incapacidades físicas entre outros”.

Para Elisa Somane, Secretaria Permanente do Governo da Província da Zambézia, o sorriso deve ser o cartão de visita dos graduados, hoje e no futuro durante o exercício das suas funções: “ estou a ver aqui nos vossos rostos os sorrisos patentes. Quero apelar para que este sorriso que representa à alegria pelo facto de vocês terem conseguido ultrapassar mais uma etapa nas vossas vidas, não termine por aqui. Levem o sorriso até ao distrito onde irão trabalhar, levem-no até as localidades, porque este sorriso será um baluarte para a recuperação dos doentes que irão a procura dos vossos cuidados”.

Leia:  Rijone desafiado à imprimir qualidade na educação em Quelimane

Elisa Somane pediu ainda, que os graduados levassem consigo o profissionalismo, o rigor e a responsabilidade por eles demonstrados durante as aulas teóricas e praticas, bem como a qualidade por eles propalada durante a cerimonia de graduação.

No final, como é tradição, os estudantes mostraram-se bastante satisfeitos pela passagem para uma outra fase das suas vidas e prometeram tudo fazer ao seu alcance para garantir que os ensinamentos por eles recebidos sejam colocados em prática no terreno e replicados para outros colegas que precisarem deles.

Graduaram ao nesta terceira cerimónia do Instituto Lugenda em Quelimane, 57 estudantes do curso de enfermagem-geral, 77 estudantes do curso de saúde materno infantil, 74 estudantes do curso de técnico de medicina geral e 80 estudantes do curso de técnico de farmácia.

Destes graduados, segundo o Director do Instituto Lugenda, 98% são provenientes da província da Zambézia e os restantes 2% vem das outras províncias de Moçambique.

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.