LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Erosão em Muropue preocupa moradores

Erosão em Muropue preocupa moradores

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

O avançado nível de erosão na Unidade Residencial de Muropue na cidade de Quelimane está a preocupar os moradores. O problema ameaça consumir boa parte do bairro se medidas urgentes não forem tomadas com vista a reverter o cenário.

O Jornal Txopela ouviu alguns residentes que lamentam o infortúnio “em 2015 quando comprei o espaço não estava assim, de lá para cá as coisas mudaram. Neste espaço haviam muitas casas e que já desabaram pela força desta erosão que teima em consumir o bairro” — deplora Manuel Vicente.

Manuel explica que a sua permanência naquela área deve-se ao facto de não possuir alternativas a vista que lhe possibilitam abandonar.

O problema iniciou a 5 anos, o rio que ladeia a unidade residencial tem vindo a consumir progressivamente a terra deixando deste modo varias famílias desalojadas, frente a este cenário uma associação comunitária está a intervir com a construção de 2 diques de 50 metros cada com o apoio da Agencia dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional na sua sigla em inglês USAID e o Conselho Municipal de Quelimane.

Segundo Constantino Gigueira da Associação dos Naturais e Amigos da Madal que encontra-se a intervir para travar a progressão excessiva da erosão, a intenção é amenizar a situação enquanto estudam-se mecanismos mais eficazes no sentido de travar definitivamente o problema. Em Quelimane para além de Morrupe, as unidades residências de Chuabo dembe, Icidua, padeiro e Inhangome estão a ser largamente fustigados pela erosão sob olhar de diversas autoridades da cidade e província da Zambézia.

Leia:  MDM provou a sua supremacia e inundou as vias com os seus membros no Gurue

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »
Ir para topo