LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Desmaios misteriosos na Cidade de Lichinga

Vias de acesso em reabilitação em Lichinga

em SOCIEDADE por

A grande parte das ruas e avenidas da autarquia de Lichinga, apresentam níveis acentuados de degradação, devido as chuvas que se fazem sentir, o facto deixa alguns munícipes e automobilistas indignados com a situação.

Para o efeito o Conselho Municipal local está empenhado no tapamento de buracos e reabilitação de algumas artérias que ligam algumas avenidas e bairros com vista a facilitar a circulação de pessoas e bens.

Sem avançar os valores que estão a ser disponibilizados para efectivação dos trabalhos em curso, o vereador da área de infraestruturas e urbanização no Conselho Municipal de Lichinga, Pius Lavieque disse a dias que estás obras já deveriam ter arrancado no primeiro trimestre do ano passado, mas devido a falta de recursos financeiros ficaram paradas. “Este projecto é para garantir a transitabilidade de pessoas e bens na urbe, como sabemos a pouco tempo os munícipes estavam a reclamar sobre o estado de degradação de vias de acesso e essas obras podiam acontecer no ano passado, mas devido ao financiamento ficamos sem como e agora consideramos que com estas obras já estamos a dar a devida resposta” disse a fonte.

Para além das obras de reposição de solos e tapamento de buracos e reabilitação das principais vias de acesso, Lavieque fez saber que a edilidade esta empenhada na remoção de resíduos solidos, limpeza de valas de drenagem nas bermas das estradas, assim como a sensibilização dos munícipes sobre o tratamento do lixo e saneamento do meio. “Neste momento há também obras de reposição de solos no quilómetro quinze, o troço que saí da zona cimento até ao bairro de Chihulugo e algumas vias que vão aos cemitérios” destacou Lavieque.

Munícipes entrevistados pelo Jornal Txopela mostram-se satisfeitos pela iniciativa e chamam atenção ao Governo Provincial para exercer pressão a edilidade no sentido de intervir nas outras vias da cidade que se encontram críticas com destaque para o mercado central – Chiuaula, eletricidade – Aeroporto para facilitar a circulação de veículos e dos munícipes bem como reforçar o abastecimento de água.

Leia:  Na vila do Songo - Tete: Sustentabilidade das barragens da Bacia do Zambeze em mesa de reflexão

As obras em curso resultam de uma parceria institucional entre o Conselho Municipal e a Direcção Provincial das Obras Públicas e Recursos Hídricos e empreiteiros de boa-fé.

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat