General Electric Moçambique apoia aquisição de equipamento de uma Padaria Solidária

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

A multinacional une-se à Plataforma Makobo como forma de colmatar os factores de exclusão social ao doar 700 000 meticais

A General Electric Moçambique doa um cheque no valor de mais de 700.000,00Mts à Plataforma Makobo, uma instituição social, sediada em Maputo, para o apoio a pessoas desfavorecidas num contexto de exclusão económica e social O montante em referência destina-se à instalação de uma padaria solidária que, mais do que produzir pão, irá apoiar nutricionalmente cerca de duas mil (2000) crianças no presente ano, e proporcionar oportunidade de formação profissional e emprego para cerca de 80 jovens de e nas ruas da cidade de Maputo.

O Director Geral da General Electric, Ricardo Aboud, falando na ocasião disse que “a doação feita à Plataforma Makobo é a reafirmação do compromisso da General Electric em apoiar projectos sociais em Moçambique e em todos os espaços onde opera. A Makobo, pelas suas actividades, persegue objectivos com os quais a GE está profundamente sensibilizada. Foi nesse espírito que decidimos apoiar o projecto de construção de uma padaria solidária para beneficiar crianças desfavorecidas”.

Por outro lado, Ricardo Aboud acrescentou que os projectos sociais da GE são, também, fruto da iniciativa dos colaboradores da empresa e acontecem com a participação destes.

“Na GE procuramos cultivar um ambiente de compromisso social e de sustentabilidade que se traduz por si só numa acção dos funcionários da empresa sem que a mesma tenha uma supervisão ou uma característica de obrigação. A GE cultiva um ambiente positivo de maneira que incentiva o funcionário a identificar projectos sociais, e que voluntariamente trabalha para que os mesmos se materializem.”

Por sua vez, Ruy M. Santos, fundador da MAKOBO e responsável pelo projecto, destacou que a plataforma Maboko, até 2020, espera apoiar cerca de um milhão de crianças dos 3 aos 17 anos que frequentam o ensino primário público, residentes em bairros degradados em todo o país através das iniciativas PADARIA SOLIDÁRIA e LANCHEIRA SOLIDÁRIA, como forma de colaborar para a redução das elevadas taxas de malnutrição e desnutrição crónica, analfabetismo, aproveitamento e abandono escolares que afectam uma grande parte (45%) da população moçambicana. Igualmente, Dos Santos apontou a necessidade de promover formação profissional e integração social dos jovens que estão e/ou vivem na rua.

Leia:  QUELIMANE: INAE encerra fábrica de Freezes por falta de higiene

“Este apoio significa, por um lado, um privilégio muito grande em ter um parceiro como a GE a apoiar a nossa visão e a nossa missão, mas por outro lado, conforta-nos saber que temos um empresariado nacional, (neste caso apesar de ser uma empresa internacional, mas está implantado em Moçambique), disponível para nos apoiar a construir um Moçambique mais inclusivo e mais solidário”, destacou Ruy M. Santos sobre a iniciativa social da General Electric Moçambique.

O responsável espera que o envolvimento e contributo da GE seja um impulso para que outras instituições ou empresários façam o mesmo para o desenvolvimento de iniciativas sociais no país.

Segundo Ruy M. Santos esta não é a primeira vez que a GE presta apoio social para o avanço das actividades levadas a cabo pela Makobo. “É um privilégio porque a GE foi a primeira instituição que abraçou um dia de semana como dia de solidariedade, portanto, todas as sextas-feiras, durante pelo menos dois meses, os colaboradores da GE estiveram aqui, nas nossas instalações, a confeccionar uma sopa e ajudar na sua distribuição. Isso significa também o envolvimento desta instituição para o público-alvo. Estamos a falar de cerca de 30 colaboradores que todas as sextas-feiras, em grupos mais pequenos, disponibilizaram-se para estar connosco aqui nas nossas instalações para juntos colaborarmos para a construção de um Moçambique mais inclusivo, tolerante, equitativo, solidário, mais para todos.” sublinhou.

“A General Electric foi a primeira instituição que abraçou esta iniciativa. A primeira fase foi do conhecimento das necessidades da plataforma e agora é esta fase de reforço da nossa capacidade”, anotou.

Sediada em Maputo, a Plataforma Makobo é um espaço de trabalho colaborativo, constituído como uma alternativa de serviço social básico, para a inserção, formação (pessoal e profissional) de indivíduos em situação de pobreza extrema. De entre outras acções, presta apoio a pessoas desfavorecidas, através da criação de condições nutricionais, educação, alfabetização, emprego e empreendedorismo. Actualmente, este organismo apoia mais de 400 pessoas por dia, um universo de cerca de 13.000 pessoas por mês.

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.