Policia da Republica de Moçambique

Empossados 19 membros da PRM no Niassa

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

António João

O Comandante Provincial da Policia da Republica de Moçambique (PRM) no Niassa, conferiu posse 19 oficiais na última sexta-feira em Lichinga. Os 19 membros da corporação vão exercer funções de direção e chefia, que visa melhorar cada vez mais a ordem, segurança e tranquilidade Publica, para fazer face a dinâmica actual e aos desafios que a sociedade impõe no mundo do crime, principalmente na província que tem vindo a registar o elevado índice de criminalidade.

Trata-se de oficiais da corporação que vão exercer as funções de cargo com destaque para sete novos comandantes distritais, comandante da polícia costeira e fluvial, delegado dos serviços sociais, chefe do departamento da polícia de protecção, chefe de departamento da polícia de trânsito, transporte e comunicações e entre outros cargos e funções.

Na ocasião o Comandante Provincial da PRM no Niassa Aquilasse Manda que falava perante os empossados disse que será implacável, a tomar medidas disciplinares aos agentes da corporação que se envolverem em actos de corrupção. “Não admitiremos prováveis casos de indisciplina praticados por agentes afectos na proteção dos postos de recenseamento eleitoral, por isso não havemos tolerar actos de corrupção porque esses minam o nosso desempenho, ponto em causa a operação policial” disse Manda.

Para efeito Manda instou aos membros da PRM recém-empossados a prestar maior responsabilidade e profissionalismo no exercício das suas funções e da missão que foi confiada, distanciando-se dos actos de corrupção, procurando sempre pautar pela legislação vigente, agindo com firmeza, respeito, e dignidade humana com vista a reduzir os índices de criminalidade, acidentes de viação, garantindo assim a circulação de pessoas e bens para o desenvolvimento da província. “Este acto deve significar para cada um de vos, o mais alto momento de profunda reflexão sobre o ideal das nossas actuações, procurando sempre pautar o respeito, dignidade humana no seio da corporação, queremos que possamos a combater todos actos que desajustam a actuação de um policia ciente de que a nossa satisfação deve decorrer a redução do índice de criminalidade” frisou a fonte e acrescentou “colegas vamos trabalhar para o bem das nossas comunidades e em toda extensão da nossa província” encorajou o Comandante provincial da PRM no Niassa Aquilasse Manda.

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.