LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

PRM ZAMBEZIA

Contrabandistas de medicamentos caçados pela PRM na Zambézia

em DESTAQUES/REPORTAGEM/SOCIEDADE por

Luís de Figueiredo

A Policia da República de Moçambique na província da Zambézia, não tem mãos a medir na caça e desmantelamento de indivíduos que se dedicam a venda de fármacos pertencentes ao Sistema Nacional de Saúde.

Trezentas carteiras do fármaco Paracetamol de marca PARARAPIDO foram recuperados das mãos de um individuo cujo o não apuramos e que dedicava se a venda dos mesmos no mercado informal. Ao se aperceber da presença dos agentes da PRM, pôs-se imediatamente em fuga, abandonando as caixas contendo três mil comprimidos pertencentes ao Ministério da Saúde.

Miguel Caetano, porta-voz da Policia da República de Moçambique na Zambézia disse ao Jornal Txopela que a corporação está a redobrar esforços no sentido de por as mãos no infrator que se encontra a monte e promete que a breve trecho, a sua corporação ira colocar o visado atrás das grades para a sua responsabilização pelos actos perpetrados.

Falando no habitual briefing semanal da PRM, Miguel Caetano disse que a PRM continuará no encalço dos indivíduos que pautam pela desonestidade, desviando os medicamentos do Sistema Nacional de Saúde, acto que segundo Miguel Caetano, poe em perigo a saúde publica, colocando em terra todos os esforços que vem sendo empreendidos pelo Ministério da Saúde para o garante das melhores condições de Saúde nas comunidades: “queremos reiterar que a Policia da República de Moçambique envidará todos os esforços necessários para garantir que os protagonistas destes actos vergonhosos sintam que não existe espaço para a prática desta actividade aqui na província da Zambézia”.

Aliado a este facto, quantidades não especificadas de diversos fármacos foram igualmente recuperados das mãos de dois indivíduos no distrito de Nicoadala. Os indivíduos em causa dedicavam-se ao roubo e venda dos fármacos pertencentes ao Sistema Nacional de Saúde naquele distrito. A neutralização dos malfeitores foi resultado da cooperação policia-comunidade, através das denúncias feitas pelos populares junto dos agentes da lei e ordem sobre a ocorrência de algum delito.

Leia:  VIAGENS DE MANUEL DE ARAÚJO AO ESTRANGEIRO: “São (ilegais) e de interesses pessoais”

Miguel Caetano aproveitou-se dos microfones dos diversos órgãos de comunicação social presentes no evento para agradecer a população pela colaboração e reiterar a necessidade de manutenção da mesma.

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »
Ir para topo
WhatsApp chat