PRM desmantela uma quadrilha em Quelimane

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

Uma quadrilha de assaltantes que dedicava-se a roubos com recurso a instrumentos contundentes nas unidades residenciais da cidade de Quelimane foi desmantelada quinta-feira, 18, última por um efectivo de agentes da Polícia da Republica de Moçambique, informou esta segunda-feira, o porta-voz do Comando Provincial da PRM na Zambézia, Miguel Caetano no habitual balanço semanal.

A incursão policial que levou a prisão os meliantes, foi um trabalho coordenado de inteligência que vinha a muito sendo planificada pela PRM, explica Miguel Caetano. “Munidos de catanas, machados e alavancas dirigiram-se a residência de uma cidadã no bairro primeiro de Maio, onde por meio destes instrumentos arrombaram a porta, desferiram golpes violentos contra a proprietária da residência, ameaçaram-na e exigiram um valor de 10 mil meticais”.

A Policia explica citando a vitima de que não havendo na residência notas avaliadas em 10 mil meticais, os assaltantes preferiram açambarcar diversos bens com destaque para: uma televisão plasma de 42 polegadas, diversos telemóveis e outros bens ainda por avaliar e quantificar.

“Puseram-se em fuga e de imediato foi comunicado a policia a ocorrência, de imediato os nossos dispositivos tácticos se colocaram no terreno, houve um trabalho de reconhecimento na altura e foi possível deter dois indivíduos da quadrilha, trabalhos prosseguiram e foi possível a detenção de mais 3, trabalhos continuam com vista a recuperação dos bens furtados ” explica.

Os assaltantes no momento da detenção encontravam-se encapuçados para dificultar o seu reconhecimento facial, a polícia justifica que foi graças a um trabalho de inteligência e coordenação que foi possível neutralizar a quadrilha que dedicava-se a assaltos a diversas residências na calada da noite com recurso a instrumentos contundentes.

Leia:  Raiva canina mata em Quelimane

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.